XVIII Festsal


Estudantes do curso de Educação Física do UniFOA realizam mais uma edição do evento

Publicado em 30/10/2017

Tainã Sorrentino | 3º Ano de Jornalismo

O XVIII Festsal, Festival de Futsal Infantil do UniFOA, aconteceu no último sábado, 28, no ginásio do campus Três Poços. O projeto foi organizado por alunos de bacharelado e licenciatura do 1º Ano de Educação Física. O festival faz parte do desenvolvimento da disciplina "Futsal e Futebol", ministrada pelo professor Carlos Marcelo de Oliveira Klein.

O evento já virou tradição para os calouros do curso de Educação Física que planejam e organizam toda a atividade. A ação começa no contato dos acadêmicos com as escolas municipais e estaduais da região, passando pela parte burocrática de documentação e autorização das instituições de ensino para liberarem os meninos para participarem. Após a conclusão dessa etapa, os acadêmicos iniciam o treinamento com as crianças, com no mínimo dez encontros.

O coordenador do curso de Educação Física, Silvio Henrique Vilela, fez a abertura do festival. “Na verdade, o projeto é o ápice da disciplina de Futsal, ele é a aplicação concreta das metodologias ativas, já utilizamos esses recursos há muitos anos. Durante todo o período letivo, o professor vai dando os instrumentos para os alunos, para que eles apliquem e repliquem com o grupo de crianças que eles alcançam nas escolas”, explicou o professor.

O professor da disciplina de “Futsal e Futebol” e mestre em Ciência da Motricidade Humana, Carlos Marcelo de Oliveira Klein, coordenou os alunos, auxiliando no decorrer das partidas. O docente explicou o ponto fundamental do festival. “A ideia é proporcionar para os nossos estudantes a vivência da profissão, colocando em prática os conceitos que são aplicados no decorrer das aulas na faculdade”.

Os alunos do 1º Ano prepararam todo o projeto, porém a aluna de bacharelado Carina dos Santos, tomou a iniciativa de coordenar os demais discentes. “Sou formada em Sistemas de Informação e faço MBA em Projetos, então esse já é um campo que eu gosto e tenho afinidade. Além de ter sido uma experiência muito rica, o evento envolveu não só acadêmicos da instituição, mas também externos, aumentando ainda mais o desafio para que tudo saísse da melhor forma”.

Ao todo, foram dez colégios entre estaduais e municipais participantes do evento. Os meninos ficaram entusiasmados com a atividade, se divertiram muito. O aluno do colégio Jiulio Caruso, Rafael Júnior comentou sobre a sua participação nos jogos. “Foi bom, porque aqui é tipo uma brincadeira, todo mundo aproveita para jogar e brincar”.

A torcida ficou por conta dos pais e responsáveis, vibrando pela garotada. Além de mostrar apoio, o esporte também abre portas para outras oportunidades. A mãe de um participante, Rosangela Fernandes, fez questão de marcar presença e levar toda a família para torcer junto. “Além de aprenderem a técnica, eles melhoram também o desenvolvimento nas disciplinas do colégio”.


Veja Também:

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar conteúdos e anúncios durante a navegação em nosso site. Ao navegar, você autoriza a FOA/UNIFOA a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa política de privacidade