UniFOA antecipa formatura de alunos do curso de Medicina


Medida foi tomada para que os profissionais somem forças na região e no país neste momento de pandemia

Publicado em 27/4/2020

Para colaborar com a situação de emergência em saúde pública decorrente da disseminação do novo coronavírus (Covid-19) no país, o UniFOA irá adiantar a formatura dos alunos do 12º módulo do curso de Medicina. A intenção é que os acadêmicos possam atuar no controle da doença, salvando vidas, atendendo ao chamado da saúde pública brasileira.

A medida foi tomada de forma colegiada, com a participação dos acadêmicos, professores, gestores do Curso de Medicina e autoridades universitárias do UniFOA, para que os novos médicos somem forças na região e no país neste momento de pandemia.

“Estamos vivendo um momento inusitado, que nunca aconteceu nesses últimos anos, tanto em nosso país, quanto no curso de Medicina. É uma fase delicada, mas estamos orgulhosos por poder entregar ao mercado esses médicos que têm condições de atuarem na pandemia e reverterem a situação atual do Brasil”, destacou o coordenador do curso de Medicina do UniFOA, Geraldo Cardoso.

A Instituição, ao cumprir a Portaria MEC 383/2020, está preocupada com o bem-estar do aluno e da população brasileira. A intenção é oferecer ao mercado, embora antecipadamente, já que a formatura estava prevista para junho de 2020, mão de obra qualificada, que fará a diferença neste período de pandemia.

A autorização excepcional da formatura antecipada vai auxiliar muito o trabalho em saúde pública em nossa região e no país. Os alunos  do 12º módulo de Medicina do UniFOA, terão ainda, a liberdade de escolher entre as opções: se formar agora e seguir seus projetos pessoais; formar agora e voltar posteriormente quando o sistema de saúde permitir, para participar de um curso extra curricular de vivência hospitalar, sem nenhum custo adicional; ou não se formar agora e seguir seus estudos quando houver autorização para conclusão do currículo.

“No atual cenário, com a alta velocidade de propagação do vírus, são necessárias respostas institucionais adequadas e eficazes. Ao tomarmos essa decisão, estamos reconhecendo o valor da qualidade do ensino, na formação e experiências dos acadêmicos do UniFOA ao longo do curso, que há mais de 52 anos a Instituição de Ensino tem o privilégio de receber, somando aos mais de 30 mil alunos já formados em nossa história." pontuou o vice-presidente da FOA, Eduardo Prado.

Para os acadêmicos que optarem pela formatura antecipada, haverá uma solenidade simbólica, seguindo todas as normas de segurança do Ministério da Saúde, no Campus Olezio Galotti, no dia 30 de abril, às 11 horas.


Veja Também: