Melhor Idade em Movimento


Idosos são avaliados por alunos do UniFOA

Publicado em 8/4/2019

Nesta segunda-feira, 8, cerca de 170 idosos do programa Melhor Idade em Movimento da secretaria de Esporte e Lazer de Volta Redonda tiveram uma avaliação funcional feita pelos alunos do UniFOA. A ação foi realizada na Arena Esportiva, no bairro Voldac e contou com a participação dos alunos de cinco núcleos da cidade: Vila Brasília, Vila Mury, Candelária, Coqueiros e Dom Bosco.

Segundo Irene Cunha, que participou da avaliação funcional o programa é muito bom, pois todos são acompanhados por profissionais qualificados. “Esse programa é muito bom. Não tem em outras cidades da região, somos privilegiados. São diversas pessoas querendo ter um acompanhamento como esse e não tem. Sempre indico para as pessoas participarem do Melhor Idade em Movimento. Além dessa avaliação dos professores da SMEL são maravilhosos, aproveitei e conheci a Arena que lugar bonito. A cidade merecia um espaço assim”, disse.

Além da avaliação, os alunos caminharam na pista de atletismo da Arena. A secretária de Esporte e Lazer, Maria Paula Tavares, destacou a importância da parceria com o UniFOA. “Essa avaliação é feito desde 2017 nos nossos alunos em parceria com o UniFOA.  Após esse resultado conseguimos identificar a dificuldade de cada um e assim podemos aprimorar nosso trabalho e os profissionais da SMEL podem desenvolver trabalhos específicos com os idosos”, disse.

O prefeito Samuca Silva, enfatizou que essa avaliação é uma ótima forma de melhorar ainda mais os investimentos para os idosos da cidade. “O programa Melhor Idade em Movimento é dedicada aos idosos e todos os investimentos servem para melhorar a qualidade de vida dos alunos. Essa avaliação, que é uma parceria com da SMEL e da UniFOA, só aumenta ainda mais nosso compromisso em políticas públicas para esse público da cidade”, falou.

Ao todo, quatro alunos do segundo, terceiro e quatro ano do curso de Educação Física do UniFOA, participaram da atividade, coordenada pelo professor José Cristiano Paes Leme. O professor agradeceu a SMEL pela estrutura e pelo trabalho desenvolvido.

“Esse é um projeto de pesquisa do UniFOA voltado para atender os alunos do programa da SMEL. A Arena foi uma opção para ser um ponto fixo dos trabalhos. A avaliação foi do equilíbrio dinâmico, força nos membros superiores e inferiores e a mobilidade funcional. Esse resultado é nos que impacta esse idoso sobre o grau de autonomia funcional dele. Queria agradecer a SMEL e a UniFOA pelo apoio a realização da atividade”, disse.

Texto Maria Clara Sales com foto Geraldo Gonçalves – SecomVR


Foto Geraldo Gonçalves – SecomVR

Veja Também: