Industrisul


Alunos e egressos apresentam projetos em Feira de Negócios

Publicado em 14/9/2017

Os dias 12, 13 e 14 foram de muita informação e tecnologia para alunos e egressos dos cursos de Sistemas de Informação, Design e Engenharia Elétrica. Eles participaram da Industrisultec, que faz parte da Industrisul – Feira de Negócios Industriais do Sul Fluminense, apresentando os seus projetos, na Ilha São João, em Volta Redonda.

O evento é promovido anualmente pela governança do APL Metalmecânico do Médio Paraíba Fluminense, formada pelo Metalsul (Sindicato das Indústrias Metalmecânicas do Sul Fluminense), FIRJAN, SEBRAE/RJ e governo do Estado do Rio de Janeiro, e teve como objetivo fomentar o desenvolvimento das empresas locais e alavancar a economia do Sul Fluminense, com o tema “Desenvolvimento Econômico e Tecnológico”.

Industrisultec

Quatro trabalhos representaram o UniFOA e diversos cursos na arena de projetos. “ALI: Propondo a Criação de um aplicativo de Localização Inteligente” foi o tema do trabalho dos alunos do 4º ano de Sistemas de Informação, Matheus Dias, Glauber Bronzato, Douglas Rhyoma e Fernando Wiliam.

Matheus explicou que a ideia inicial era facilitar a localização dos usuários em grandes locais, como shoppings. “Temos uma peça que chama beacon que envia uma informação por bluetooth para o celular que decodifica os dados e envia para a nuvem, para que a localização em um lugar exato seja fornecido”, explicou. O objetivo é melhorar a interção entre os usuários. “Na feira, por exemplo, se cada estande tivesse uma peça poderíamos fazer um mapa de informações para mostrar onde estaria qual empresa”, continuou.

Os egressos de Sistemas de Informação, Márcio Silveira, Camila Almeida e Tandera Cortez, apresentaram: “Otimização do controle de emissão de enxofre na atmosfera no processo de coqueificação”. “A emissão do enxofre de carvão não pode ultrapassar 0,62%. Para que o material seja utilizado, se faz necessário uma mistura de carvões com diferentes níveis de substâncias para que essa meta não ultrapasse. O cálculo para saber a quantidade correta leva quase oito horas, com esse programa de otimização podemos chegar ao resultado em cerca de 30 segundos”, explicou Márcio.

O projeto “Pulseira de localização via módulo GPS/GSM” foi o tema do trabalho dos egressos de Engenharia Elétrica, Hugo da Silva, Flávio Carvalho e Tiago Rodrigues, pensado para portadores de Alzheimer, que foi premiado com R$500 após votação popular e dos jurados.

“Ao apertar o botão, a pulseira emite um sinal de radiofrequência para o receptor que dá início a um processo de informação dentro do protótipo. A partir do momento que os dados chegam, o módulo GPS capta a última coordenada gerada e, através de um chip de alguma operadora dentro da placa GSM, será enviado uma mensagem para um número previamente estabelecido com a localização”, explicou Hugo. Casos de portadores de Alzheimer desaparecidos foi o que motivou os integrantes do grupo a realizar o projeto. “A engenharia sempre deve buscar o melhor pra sociedade e, pensando nisso, chegamos ao protótipo que foi o nosso TCC”, concluiu.

O projeto de TCC “Uso da realidade aumentada como ferramenta de ensino”, do egresso do curso de Design, Paul Carlos Huari de La Cruz, orientado pelo professor Laert dos Santos, também foi apresentado. O trabalho promove inovação pra sala de aula, uma vez que através de um aplicativo que faz leitura de QR Code é possível ter acesso a imagens em 3D para estudo.


Veja Também: