Então lacrou!


Campanha promove a reciclagem de latas de alumínio e lacres

Publicado em 3/6/2019

Você sabia que o Brasil consome, em média, 51 latas de alumínio por pessoa a cada ano e a unidade demora de 100 a 500 anos para se decompor? Neste cenário, a reciclagem se torna peça fundamental no cuidado com o meio ambiente.

Pensando em conscientizar e promover ações de reciclagem de latas, os alunos do primeiro período dos cursos de Engenharia Ambiental, Civil e de Produção, sob o comando da professora Shane Goulart, desenvolveram projetos para a coleta dos materiais na campanha ‘Então lacrou!’. O trabalho foi produzido na disciplina de expressão gráfica e valeu como nota para a avaliação discente 2. As apresentações aconteceram nesse sábado, 1, na Sala Verde Paraíba do Sul, no campus Olezio Galotti.

Ao longo do bimestre, os alunos se dividiram em grupos para construir os projetos. “Na primeira etapa, eles fizeram um esboço do projeto e desenharam todo o protótipo no AutoCAD; então, produziram um banner para apresentação, além de um vídeo explicando o projeto que serão expostos em apresentações da sala. Ao fim, partiram para a construção dos seus protótipos. Os acadêmicos também escreveram a parte teórica, abordando a importância socioambiental da coleta desse material”, explicou a professora Shane.

Os trabalhos foram avaliados em: apresentação da equipe; banner; vídeo; projeto; desenhos no AutoCAD; sustentabilidade; montagem. Os três primeiros lugares ganharam dez, nove e oito de pontuação, respectivamente, ficando isentos da realização das provas; as demais equipes terão que fazer a avaliação. Na primeira colocação, ficou a equipe Reciclágeis; em segundo, Agentes do Meio Ambiente; em terceiro, Cuidadores do Meio Ambiente; em quarto, renovar a vida pela transformação; em quinto, Super Ação.

O grupo ‘Reciclágeis’, mistura de reciclagem com agilidade, montou uma espécie de fliperama para recolher os materiais. “Pensamos em uma alavanca que só destravasse com o lacre para influenciar a pessoa a separar o lacre da latinha, uma vez que os materiais utilizados nos dois itens são diferentes, o que exige um processo de reciclagem diferente. A alavanca amassa a latinha, que cai dentro do reservatório. A ideia de fazer em formato de fliperama foi para chamar atenção de quem passasse por perto e também fosse interativo”, pontuou uma das integrantes do grupo, Maria Eduarda Fontes, aluna de Engenharia Civil.

A campanha também envolveu uma gincana por equipes, na qual o maior peso de latinhas e maior quantidade de lacres arrecadados também contavam pontos. “Os objetos coletados serão vendidos e o dinheiro revertido para a Sala Verde Paraíba do Sul investir em seus projetos”, continuou Shane.

A Sala Verde Paraíba do Sul

Diversos projetos de reciclagem já acontecem na sala, conforme apontou a professora. “Já contamos com a coleta de pilhas, baterias, óleo e agora teremos mecanismos que facilitarão a coleta de latinhas e lacres”, concluiu Shane.


1° lugar, Reciclágeis
2° lugar, Agentes do Meio Ambiente
3° lugar, Cuidadores do Meio Ambiente
4° lugar, Renovar a vida pela transformação
5° lugar, Super Ação

Veja Também: