Eles não são diferentes, eles fazem a diferença


Odontologia participa de ação pelo Dia Mundial da Síndrome de Down

Publicado em 22/3/2017 as 15:41

O Dia Mundial da Síndrome de Down foi comemorado em grande estilo, nessa terça-feira, 21, pela prefeitura Barra Mansa. O evento contou com a presença dos alunos e professores da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), do Cemae (Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado) e do curso de Odontologia do UniFOA.

Os acadêmicos, sob a coordenação da professora Carolina Hartung, realizaram ações de higiene bucal e conscientização, além de cadastrarem novos pacientes para atendimento especializado na Clínica Integrada do campus Olezio Galotti, em Três Poços.

De acordo com a aluna, Thamires de Oliveira, a oportunidade de lidar com essas crianças gera um aprendizado profissional inédito. “Temos chance de conhecer cada deficiência e podemos pensar em cuidados diferenciados para cada paciente”, frizou a acadêmica.

A filha de Francineide da Silva é beneficiada pelo tratamento odontológico realizado no UniFOA desde 2016. Para a mãe, o cuidado com portadores de deficiência mostra mais tolerância e respeito com as diferenças.

O tratamento odontológico em pessoas com necessidades especiais foi a tese de mestrado da professora. Segundo Carolina, o amor e a paciência são primordiais para a realização desse tipo trabalho.

“Temos uma metodologia de atendimento diferenciada, em que respeitamos o tempo de cooperação de cada paciente. É todo um processo para que eles peguem confiança e aceitem o tratamento. O sucesso no resultado, muitas vezes, não acontece em outros lugares justamente por essa limitação de tempo e de profissionais capacitados”, revelou.

Estatística - No Brasil, cerca de 270 mil pessoas são portadoras síndrome de Down, e a grande maioria ainda não se sente inclusa na sociedade. O evento teve a finalidade da interação entre as famílias.

“Dias como esses mostram o valor de cada um e as pessoas começam a respeitar ainda mais. As crianças se sentem representadas e isso é ótimo para nós”, disse Lucineia Lopes, mãe de uma criança portadora da Síndrome de Down.

Serviço

As consultas desses pacientes são realizadas semanalmente, na Clínica Integrada do UniFOA. Os interessados em tratamentos podem entrar em contato com a secretaria da clínica.

Campus Olezio Galotti - Três Poços: Avenida Paulo Erlei Alves Abrantes, 1325, Três Poços, Volta Redonda. Telefone (24) 3340-8424.


Veja Também: