Conscientização e prevenção


Alunos de Design e Enfermagem realizam ação em alusão ao outubro Rosa

Publicado em 29/10/2018

O câncer de mama é o segundo tipo de tumor mais frequente no mundo e o mais comum entre as mulheres, excluindo-se o câncer de pele não melanoma. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, INCA, para o Brasil, estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres.

Para conscientizar os alunos sobre a prevenção e os fatores de risco, a atlética do curso de Design realizou, em parceria com o curso de Enfermagem, uma palestra sobre o tema.

“Essa apresentação é uma parceria que os cursos fizeram como uma forma de conscientização sobre a importância da prevenção do câncer e o diagnóstico precoce. E nossa ideia foi trazer os alunos de todos os cursos para ficarem sabendo um pouco mais e serem multiplicadores das informações que serão passadas”, disse o presidente do diretório do Design, Lucas Aragão.

As alunas Victoria Agna e Isadora Machado, que são alunas do último ano do curso de Enfermagem, foram as encarregadas de conversar com os alunos.

“Fiquei muito feliz com o convite que foi feito a nós, principalmente porque é uma atuação da enfermagem e, também,  por poder interagirmos com os outros cursos. A ação pode fazer a diferença na vida de muitas pessoas e poder falar com pessoas da mesma faixa etária fica mais legal, acaba sendo uma conversa, uma troca de ideias”, comentou Victoria Agna.

A doneça - O câncer de mama geralmente afeta as mulheres acima dos 35 anos e os principais fatores de risco são: mulher que teve a menstruação precocemente; primeira gravidez após os 30 anos; não ter filhos e menopausa depois dos 50 anos, que é considerada tardia.

O histórico familiar é também um dos principais fatores de risco, principalmente se um ou mais parentes de primeiro grau, como mãe e irmã, tiveram a doença antes dos 50 anos.

Para a prevenção é importante realizar o autoexame, apalpando as mamas, que a própria mulher deve fazer mensalmente a partir dos 20 anos de idade. Esse autoexame deve ser feito entre o quarto e o sexto dia depois do fim do fluxo menstrual. As mulheres que não menstruam devem escolher uma data para fazer a avaliação.

Outro método de prevenção é fazer exame de mamografia rotineiramente de acordo com a indicação do ginecologista.  Quanto mais cedo detectar o tumor, maiores as chances de se obter a cura. Na etapa inicial da doença, a probabilidade de cura é de 95%. Além disso, é importante ter hábitos saudáveis, fazer atividade física regularmente, não fumar, ingerir pouca bebida alcoólica e ter uma alimentação equilibrada evitando alimentos gordurosos. 

O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. Em todo caso é importante que se procure sempre o médico.


Veja Também: